Três meses intensos de campanha. Ensinamos, aprendemos e acima de tudo nos mobilizamos. E deu certo! Ao final, conquistamos mais um direito para a mulher pernambucana: no dia 4 de setembro, o Governo de Pernambuco assinou o decreto que cria subscrição de feminicídio nos registros de ocorrência do Estado! Esse é só o começo da criação de uma política pública que poderá salvar milhares de vidas.



A CAMPANHA

Todos os dias vemos a mídia noticiar casos de mortes violentas de mulheres. "Ela procurou", eles dizem. "Ela não se deu valor", eles dizem. "Foi crime passional", eles dizem. Mas nós viemos aqui para dizer em alto e bom som: Não é crime passional, é Feminicídio! Estamos diante de um problema grave em uma das épocas mais perigosas para se ser mulher em nosso Estado. É importantíssimo que demos visibilidade a essas mortes de mulheres cis e trans, crimes hediondos resultantes de uma cultura machista que oprime e tira a vida de tantas de nós, cidadãs pernambucanas. A maioria das políticas públicas voltadas atualmente com a temática de violência contra a mulher, assim como essa, tem foco na categorização e remediação do problema, não em sua prevenção. Só que informação é poder e essa campanha veio para mudar o rumo dessa história. Foi através de muita luta e mobilização que conseguimos não apenas que o Governador atendesse nossa demanda e tornasse a subscrição por feminicídio uma realidade, como também Pernambuco aderiu ao Protocolo Latino-americano de investigação de mortes violentas de mulheres!

Saiba como foram os passos até atingirmos esses objetivos!
O QUE FIZEMOS EM TRÊS MESES

MULHER, PRECISAMOS DE VOCÊ
PARA AGIR CONTRA O FEMINICÍDIO!

Todos os dias lemos notícias sobre Mirellas, Marias, Gabrielas e tantas outras mulheres mortas pelo fato de serem mulheres. A lei do Feminicídio é de 2015, mas até hoje na grande maioria dos estados, a mesma não é aplicada nos casos de mortes causadas por violência doméstica e violência contra a mulher e o desconhecimento ainda é grande.

A gente não quer mais chorar por Mirellas. Chega dessa história de “crime passional”. É crime hediondo. E para combater isso, as mulheres de Pernambuco precisam conhecer seus direitos! Por isso, queremos levar a campanha para lugares que não conseguimos levar: estamos acionando mulheres que queiram levar o conteúdo da campanha Isso é Feminicídio para escolas, universidades e até outros bairros, cidades e regiões de Pernambuco! Se você é mulher, vive em Pernambuco e quer apresentar esse conteúdo para sua comunidade, inscreva-se ao lado para se tornar uma multiplicadora! Empoderar é transformar: Contamos com você!

Torne-se multiplicadora da Campanha!

0 multiplicadoras enfrentando o feminicídio em PE!
NÚMEROS DE VIOLÊNCIA EM PE


MIRELLAS, ALDENICES E ALICES

QUANTAS HISTÓRIAS A MAIS TEREMOS QUE CONTAR?
PARA CONTINUARMOS LANÇANDO CAMPANHA QUE GARANTEM OS DIREITOS DA MULHER, DOA PRA GENTE!

Para continuar um trabalho árduo de mobilização, fiscalização da cidade e conquistar vitórias, o Meu Recife não aceita dinheiro de governo, político, partido ou empresa pública. Acreditamos que as mudanças que a nossa cidade precisa podem ser causadas por pessoas como você.

Se 800 recifenses doarem R$ 20 por mês, nossa rede se mantém independente e continuará a agir por um Recife melhor!

E fique tranquilo! Se você quiser parar de doar é só mandar um e-mail pra gente que paramos a cobrança imediatamente, sem burocracia, sem espera e com muito amor. É só escrever para: contato@meurecife.org.br

Doe agora

NA MÍDIA







POR QUE AS REDES MEU RECIFE E
MINHA IGARASSU ENTRARAM NESSA?

Queremos menos vidas destruídas e histórias trágicas. Queremos mais mulheres empoderadas de seus direitos e vivas! E falamos que ainda queremos porque a luta continua! As Redes Meu Recife e Minha Igarassu são instituições 100% formadas por mulheres e nós acreditamos que um Pernambuco mais seguro para as mulheres é na verdade mais seguro para todo mundo. Precisamos de você para tornar esses objetivos em realidade. Junte-se a nós! #IssoÉFeminicídio